Skip to main content

Posts

Showing posts from November, 2014

O CÓDIGO DA CEMIG

Estava vindo com o Chiquinho e mais três pessoas por uma rua movimentada. A gente ia conversando. Passamos por um local onde havia muito movimento de carro e tinha um guarda de trânsito controlando o mesmo. Onde este guarda estava era o final da rua. Assim, os carros tinham que fazer a curva para a outra rua. O guarda só ficava mandando eles seguirem em frente, pois a rua era de mão unica. No final desta rua tinha uma parede de concreto de uns dois metros de altura, visto que abaixo desta parede passava outra rua que ficava a uns 10 metros desta. Encostado nesta parede de concreto havia algumas placas com nomes de cidades e distância que esta se encontravam. Nenhuma cidade marcada ali era a que eu queria ir. As pessoas que estava comigo começaram a falar sobre distâncias de cidades e porque a cidade de Coritiba no Paraná não estava marcada ali. Então eu disse que para ir para o Paraná a gente tinha que ir para o outro lado da cidade de onde a gente estava. Que ali só marcava as cidades…

ENCURRALADO

Estava vindo com uma sacola na mão onde tinha extensões elétricas. Vinha com esta sacola para trocar estas extensões em uma loja elétrica que tinha na rua Pernambuco, mais ou menos no meio do quarteirão. Só que vim por dentro do quarteirão, saindo na porta da frente da loja, como se esta fosse ligada ao quarteirão de cima. Próximo a porta de entrada da loja, mas do lado de dentro, visto que vim dos fundos, vi que a loja elétrica do outro lado da rua estava fechada. Vi que tinha perdido a viagem e que teria que voltar ao meu apartamento para guardar as extensões. Dois homens se aproximaram de mim, também vindos dos fundos da loja. Perguntei a um deles porque as lojas estavam fechadas. Disse que queria ir ao cartório, que ficava ao lado da loja elétrica. Não Quiz dizer que estava indo na loja elétrica. Eles começaram a rir e então vi que o cartório estava aberto. Em uma das mãos segurava as chaves do meu apartamento, quando um destes homens pegou a chave da minha mão. Mas eu não a soltei…