Skip to main content

COM PREGOS NAS MÃOS

Estava num local, e na minha mão direita, havia três ferros atravessados nela. Parecia com pregos, só que mais largos e compridos. Eu não sentia dor. Nisto chegou alguém com um alicate e começou a puxar os tais ferros de minha mão. Depois que puxou todos, sai dali e vi que foi pingando sangue das minhas mãos. Olhei para tras e vi o rastro de sangue que tinha deixado.

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO