OS SONHOS QUE SONHEI - THE DREAMS I DREAM.: A janela de vidro - A janela era de vidro transparente e não abria, mas ainda assim a gente podia conversar com quem estivesse do outro lado.

A janela de vidro - A janela era de vidro transparente e não abria, mas ainda assim a gente podia conversar com quem estivesse do outro lado.
















A janela era de vidro transparente e não abria, mas ainda assim a gente podia conversar com quem estivesse do outro lado.
Estaca num cômodo que parecia ser uma sala. Havia duas pequenas janelas de vidro que não abriam, nesta sala. Estava sentado em um banco de ferro, juntamente com outra pessoa. Nisto apareceu o Sigundinho querendo ver à filha dele. Fui até estas janelas de vidro, que ficavam uma do lado da outra e vi chegando duas crianças, meninas, que deveriam ter uns 10 anos. 



Uma era filha do Sigundinho e a outra filha do Israel. Mesmo com o vidro servindo de janela, passei a mão na cabeça das duas meninas e disse que os Pais delas já estavam chegando. Nisto o Sigundinho encostou-se a esta janela de vidro e ficou conversando com sua filha do outro lado. A filha do Israel ficou aguardando o pai dela que ainda não tinha chegado. Fiquei imaginando como eles se comunicavam, visto que não havia nenhuma abertura neste vidro que servia de janela. Sai dali e fui embora.


Você também pode gostar:




Nenhum comentário:

Postar um comentário