Skip to main content

REINICIANDO O PORTÃO

Estava num local, parecendo um campo aberto. Havia uma criança de uns dois anos, que me acompanhava. Eu subi num portão de ferro, que andava pelas ruas. Eu subi neste portão que andava e tentei pegar a criança e não consegui. O portão se arrastava comigo. Então eu disse para a criança que era preciso esperar o portão reiniciar para eu poder pegá-la. Nisto o portão parou de andar. Então eu disse para a criança subir logo, porque o portão estava reiniciando.

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO