Sunday, October 21

PREMIADO COM PRESENTES

Estava numa casa sentado num sofá, de frente para uma lareira. Nisto liguei para a Magda. Pedi a ela o numero do telefone do Marcelo. Ela disse que ia pegar e começou a rir. Nisto ouvi algumas pessoas rindo também. Nisto o Nenéi chegou perto de mim dizendo se eu já sabia. Eu disse que não. Ele então me disse que tinha ganhado vários presentes, num sorteio. Tudo para uma casa. Quando ele chegou na casa dele, já estava tudo lá dentro, que ele nem sabia como eles tinha feito aquilo. Nisto chegou o Marcelo trazendo nas mãos duas caixas de presentes. Ele veio me cumprimentar e me deu um abraço. Nisto eu lembrei que tinha ligado para a Magda e que tinha deixado o telefone em cima do sofá numa sala. Eu fui subindo uma escada, que ia dando volta em si mesma. Até que cheguei num ponto que não tinha como subir. Então eu dei um grande pulo e fui muito alto. Nisto havia um móvel, tipo guarda roupa, muito grande. Quando cheguei nele, eu segurava algo na mão que não sei o que era. Tipo um papel quadrado pequeno. Fui atirado para longe numa velocidade muito grande. Eu dei a volta neste guarda roupa. Muito rápido e cai sentado num sofá onde estava o cândido e a mamãe. Nisto o Ricardo me olhou esquisito e pulou nos meus joelhos. Eu tentava tirá-lo, mas não conseguia. Então gritei “ajuda”, mas o cândido não ajudava. Gritei “ajuda” novamente. Mas ele não ajudou.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS