Tuesday, August 2

DESCARRILAMENTO DE TRENS NO ESCRITÓRIO


Estava num local, que era um prédio de dois andares. Era escritório de uma empresa, sendo que o andar de baixo era apenas um corredor. Este prédio de escritório ficava ao lado de duas linhas de trem. A parede deste escritório, que era virada para linha de trem, era quase toda de vidro. Somente um metro de altura do piso, era parede de tijolos. Este escritório era bem comprido, deveria ter uns 20 metros de comprimento e apenas três metros de largura. Olhando nesta janela de vidro, vi que vinham dois trens, puxando vários vagões, sendo que eles iam em sentido contrario. O primeiro foi passando, e depois que ele estava quase acabando de passar, foi chegando o outro no sentido contrario. O ultimo vagão do primeiro trem a passar, era um vagão prancha, que tinha em cima um guindaste. Este vagão com o guindaste, pouco antes de passar por onde eu estava descarrilou. Vi o vagão descarrilando e indo em direção aos vagões do outro trem. Ao bater no vagão do outro trem, fez com que estes descarrilassem também. Sai correndo dali, gritei pelo Fernando e Nathalia, dizendo que eram para eles saírem dali rapidamente. Desci as escadas para o corredor de baixo. Uma pessoa veio correndo comigo. Corri pelo corredor até o outro lado, temendo que algum vagão pudesse atingir este escritório onde agente estava. Ao chegar ao final do corredor, subi por este lado, para a parte de cima do escritório, visto que tinha escada de acesso dos dois lados. Pela janela de vidro, vi um vagão entrando na parte do escritório onde eu estava anteriormente e sai correndo. Fiquei imaginando se o Fernando e a Nathalia já tinha saído de lá. Vendo pela parede de vidro, vi que os vagões já vinham mais lentamente, mas mesmo assim descarrilando todos, até que um bateu e entrou neste escritório, em baixo de onde eu estava. Sai correndo para ir para baixo ver se alguém tinha machucada. O vagão estava com a metade dentro do escritório. Passei pelo vagão, para procurar a Nathalia e o Fernando. Ao passar pelo vagão, vi uma vassoura encostada ali, peguei a mesma. Entre o vagão que tinha batido de um lado e o que bateu do outro, naquele corredor, estava várias pessoas que saíram correndo, inclusive a Nathalia e o Fernando. Fiquei batendo com a vassoura na bunda deles, dizendo que eu mandei sair correndo e eles tinham que sair rapidamente, porque poderiam ter sido atingidos pelo vagão. A Nathalia ficou dizendo que estava tudo bem, que eles saíram correndo e estavam a salvos.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS