Thursday, November 20

A REBELIÃO DOS RÁDIOS DE DOIS PEN-DRIVE

Estava em um quarto, onde havia um equipamento, parecendo um rádio, que havia adquirido vontade própria. Ele começou a falar comigo e dizer que ele iria dominar todos ali. Eu então fiquei procurando a tomada, para desligá-lo, mas me enrolei todo e não consegui achá-la. Sai correndo dali e fui até outro quarto, para pedir ajuda. Sentei na cama e uma mulher veio e disse que estava a serviço do rádio que tinha adquirido vida e que estava ali para me levar até ele. Eu então corri até outro cômodo desta casa, entrei e fechei a porta, segurando-a para que a tal mulher não abrisse. Ela tentou e foi embora. Mas a porta, mesmo que fechada, deixava uma abertura na lateral que dava para passar uma pessoa. Nisto veio meu pai e entrou por esta abertura. Eu abri a porta e veio chegando a Vanuza com uma criança de colo, num carrinho. Ela me pediu para vigiar a criança. Eu disse que não vigiava filho dos outros. Nisto chegou um homem e disse que a gente tinha que destruir o rádio. Fomos até o quarto e a porta estava fechada. Fomos abrindo a porta e sempre que abríamos uma, aparecia outra e nunca terminava. Então o tal homem deu um chute na porta e esta rasgou, pois era feita de cartolina. Eu disse que não iria entrar, pois o quarto estava mal assombrando. Mas acabei entrando e quando chegamos lá, o tal homem disse que iria usar os dois pen drive. O vermelho e o azul. Então eu gritei dizendo que se ele usasse os dois, o tal rádio dominaria o mundo. Ele disse que iria usar assim mesmo. Então sai correndo dali.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS