Saturday, May 8

DESERTO VERDE

Estava na casa do Paulinho meu irmão. Nisto comentei com ele que tinha plantado pés de couve na casa da esquina da rua dele. A mulher me viu passando e perguntou-me se eu plantava couves. Então plantei para ela. Nisto uma moça que estava ali, não acreditou, dizendo que a tal mulher sempre plantava as coisas dela. Então fui com esta moça até a casa desta mulher. Da grande do jardim, mostrei os dois canteiros, um com alface plantada, o outro com as couves. Disse a tal moça, que os da couve, tinha sido eu que plantei. Sai daí e fui indo por um local, aonde cheguei ao alto de um morro, onde lá em cima era todo plano. Lá estava o Gueds. Ele me mostrou a minha frente, vários pés de couve plantados. Eles deveriam ter um metro de altura. Estavam plantados em fileiras de uns cinco pés. Depois mandou que eu virasse para o outro lado. Nisto vi que até onde a vista alcançava, só tinha plantação de pés de couve. Todos com um metro de altura mais ou menos. Olhando, parecia um deserto verde. Para qualquer lado que se olhava, só se via couve. Perguntei se tinha sido ele que havia plantado tudo aquilo. Ele disse que tinha sido eu. Então disse a ele que não me lembrava de nada daquilo. Então ele respondeu: __Claro, você fez isto enquanto estava vivo.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS