Tuesday, August 5

O QUARTEIRÃO






Estava chegando de carro em um local onde faria uma amostragem de emissão de material particulado em chaminé de fonte estacionária.
Estava anoitecendo. O local era um quarteirão com duzentos metros de comprimento por duzentos de largura. O terreno estava todo limpo. A terra era meio escura. Nas quatro ruas que contornavam este terreno, parei na que ficava na parte mais alta, já que o terreno estava num desnível. Este desnível deveria ter uns dez metros de altura. Parei o carro mais ou menos no meio deste quarteirão. Desci do carro e vi que ali tinha uma rampa de terra para descer até o centro do terreno. Fiquei na dúvida se aquela rampa de terra era para descer pessoas ou se podia descer o carro. Não vi nada no terreno. Estava todo limpo. 
Vi somente dois tornos mecânicos, que pareciam sucateados, jogados do lado esquerdo do terreno. Não vi nenhuma chaminé para que eu fizesse a amostragem. Andei um pouco naquela rua e vi algumas pessoas ali. Perguntei a elas quem era o chefe, para poder me informar com ele sobre a amostragem. Tinha três pessoas ali e elas disseram que não sabia que era o chefe. Fui andando em direção ao carro novamente. Passei por ele, olhei a rampa novamente e continuei andando, sempre olhando para o terreno até que cheguei na esquina. Nisto vieram três cachorros correndo em minha direção. Achei que eles iriam me atacar. Os dois da frente passaram direto, já o terceiro passou devagar e me olhando. Com medo do cachorro,resolvi voltar. 
Os dois cachorro que tinha passado primeiro, vieram correndo novamente e passaram por mim. O terceiro veio tentando morder minha perna. Fiquei tentando me livrar dele até que ele também saiu correndo. Fui até o carro, vi aquelas pessoas novamente e perguntei a elas outra vez que era o chefe. Elas disseram que não sabia. Fui até o carro, fiquei olhando a rampa e decidi descer de carro ali. Fui descendo aquela rampa até o meio do terreno. Vi os tornos mecânicos sucateados ali e não via nenhuma chaminé. Então percebi que tinham me mandado para o endereço errado.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS