Saturday, January 19

O BANHEIRO DE PEDRAS

--> 
Estava em um local afastado da cidade. Tinha algumas montanhas. Havia uma mangueira de jardim que não sei onde estava ligada. Saia com esta mangueira, que jorrava água no bico e fui puxando a mesma. Quando cheguei ao pé deste morro, vi algumas pessoas ali. Havia muitas árvores e entre estas árvores havia uma construção de pedras. Eram quatro paredes de aproximadamente dois metros por dois e coberto também com uma pedra. No final deste morro, já próximo a pé, havia algumas pedras que davam contorno ao morro. Joguei água desta mangueira que estava comigo nestas pedras e, a medida que a água caia nas pedras, estas se desprendiam do morro e caiam no chão. Parei de fazer isto temendo que o morro todo viesse a cair. Perto desta construção de pedra havia dois homens que eram Norte-Americanos. Aquela construção era um banheiro que estes dois homens tinha feito. Quando aproximei deles, eles disseram estar com medo do banheiro cair, porque aquelas pedras eram velhas. Disse a eles: __Calma conterrâneos. Aqui as construções duram séculos. Não são como nos Estados Unidos. Aqui se usa o chamado "Cimento". Mas ainda assim eles temiam pela queda do banheiro. Então disse a eles: __Aqui nesta cidade tem um edifício que fica bem no centro da cidade, o chamado "Alvimar Mourão", que foi construído em 1.930. Meu pai nem era vivo nesta época. Eles não se deram por convencido e queria construir outro banheiro nomeio daquela mata.



No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS