Skip to main content

BATATA CHIPS DE ESTIMAÇÃO





Estava em um posto de gasolina querendo estacionar o carro.
Este posto deveria ocupar meio quarteirão mais ou menos. Mas estava repleto de carros por todo lado. Não encontrava um local para deixar meu carro. Nisto o dono do posto chegou até mim e disse que estacionaria o carro. Entreguei o carro para ele e fui para o outro lado da rua onde tinha um bar. Nisto uma batata chips que estava no meu bolso começou a se movimentar pelo meu braço. Esta batata chips queria ir para o carro. Era como se fosse meu bicho de estimação. Então fui procurar o carro. Fiquei andando por aquele posto de gasolina e entre inúmeros carros que tinha ali, mas não encontrava meu carro. Fiquei pensando onde o dono do posto teria deixado meu carro, não conseguia encontrá-lo de jeito nenhum. Passei perto de dois homens que trabalhavam no posto e estava dando uma ducha nos carros. Dali pude ver meu carro estacionado bem distante. A batata chips continuava andando pelo meu braço, ia da minha mão até o ombro e voltava. Ela queria ir para o carro e já estava ficando impaciente. Fui tentar encontrar o carro que tinha visto de longe, mas não o achava de jeito nenhum. Então a batata chips pulou do meu braço e saiu andando pelo chão. Eu fui a seguindo e cheguei até o carro.

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO