Skip to main content

RINDO DEMAIS E DE TUDO

Eu estava num local, discutia com alguma pessoa sobre algo que não lembro. Daí eu sai dali e me deitei ao lado do canteiro central que tem na rua da minha mãe. Nisto veio o Jorge e deitou perto de mim e ficava rindo de algo que eu tinha dito. Eu o empurrei com os pés, ele deu uma cambalhota e continuou rindo. Eu pedia a ele para parar.

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO