Thursday, January 29

LEVITANDO PELA VIA EXPRESSA "JK"


Estava indo pela via expressa JK aqui em Divinópolis. Eu estava deitado de lado, com uma das mãos para as costas, segurando uma máquina fotográfica. Eu ia pela JK como se fosse um carro. Eu estava deitado de lado e deslizando pela via, sem tocar no asfalto, mas muito próximo a ele. Eu não fazia força alguma, apenas ia, Quando cheguei à altura da Rodoviária, a JK estava muito diferente, tinha várias pistas, todas muito largas. Ali eu fiz o retorno. Tinha muita gente. Então fiquei pensando que se alguém quisesse roubar minha máquina, era só puxar que eu nem via. Eu a segurava pela alça, com um dedo só. Então imaginei que se alguém quisesse mesmo roubar, arrancaria até o meu dedo, mas não deixava de levá-la. Nisto cheguei num local onde tinha uma pista lateral. Então esperei dois carros cruzarem a minha frente e peguei esta pista lateral. Alguns carros iam ali também. Depois de andar um pouco, vi que aquela pista tinha muito lixo espalhado e que não dava para ninguém passar. Então quando percebi, os carros que vinham atrás de mim, tinham voltado. Eu continuei e quando fui passar por muito lixo, fiquei de pé. Fiquei de pé sem fazer força, meu corpo fazia tudo sozinho. Mas eu não tocava o chão, passei por cima de tudo e quando cheguei numa pequena entrada, meu corpo deitou novamente de lado, como estava antes. Era um posto de gasolina, e eu tinha entrado pelos fundos do posto. Nisto alguém olhava aquela pista cheia de lixo e dizia que não tinha mais como recuperá-la. Que ela estava perdida. Eu fiquei ali parado, deitado de lado, segurando a máquina fotográfica o ouvindo falar.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS