Saturday, October 20

A CARROÇA E A MARIPOSA

-->ESTAVA ANDANDO EM UMA RUA. AO MEU LADO IA UMA CARROÇA PEQUENA ONDE TINHA DENTRO DELA UMA CAIXA D’ÁGUA. AMARRADO A BÓIA DESTA CAIXA D’ÁGUA QUE ESTAVA DENTRO DESTA CARROÇA, HAVIA UM CORDÃO. ESTE CORDÃO VINHA DA BÓIA ATÉ O MEU DEDO DA MÃO, ONDE DAVA UMA VOLTA SOBRE MEU DEDO. DEPOIS DE DAR A VOLTA EM MEU DEDO ESTE CORDÃO IA ATÉ UMA MARIPOSA NOTURNA QUE VOAVA A UM METRO DE MIM MAIS OU MENOS. ASSIM, ESTAVA ENFILEIRADOS, A MARIPOSA VOANDO, EU ANDANDO E A CARROÇA QUE ERA PUXADA POR UM CAVALO. ERA PARA ESTA MARIPOSA FORÇA O CORDÃO PARA ACIONAR A BÓIA E ASSIM ENCHER A CAIXA D’ÁGUA. A GENTE IA ANDANDO POR AQUELA RUA, EU COM A MÃO LEVANTADA PARA O CORDÃO NÃO SAIR DO MEU DEDO, A MARIPOSA VOANDO DO MEU LADO E A CARROÇA ANDANDO. MAS A MARIPOSA NÃO CONSEGUIA FORÇA O CORDÃO PARA ACIONAR A BÓIA DA CAIXA D’ÁGUA. ENTÃO FIQUEI PENSANDO QUE SE DEPENDER DA MARIPOSA A CAIXA D’ÁGUA NÃO IA ENCHER NUNCA. ELA NÃO QUERIA SABER DE TRABALHAR. 


No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS