Saturday, June 7

O BEZERRO E A MULHER






Estava em uma construção onde tinha um pátio e em volta desta uma construção com uma varanda percorrendo os três lados dela. Parecido com o pátio de uma escola.
Eu e o Fernando estávamos na parte dos fundos desta varanda que era cercada por uma parede que deveria ter um metro de altura e uma saída de frente a onde a gente estava. Na parte da varanda do nosso lado esquerdo tinha uma mulher com os cabelos todo desarrumado e embaraçado, que gritava muito com a gente. No pátio e um pouco distante de onde a gente estava, tinha um bezerro malhado. Este bezerro estava sentado. Ele estava assustado com os gritos da mulher que mandava este bezerro atacar a gente. Este bezerro estava com o pescoço bem esticado, assustado com tudo ali. 
Então O Fernando pegou um ovo de galinha e atirou em direção ao bezerro. O ovo espatifou bem na frente do bezerro que se assustou mais ainda e foi esticando seu pescoço e sua cabeça foi se transformando em cabeça de cobra. O bezerro continuava sentado e com a cabeça de cobra começou a gritar como um animal raivoso. A mulher mandava este bezerro atacar a gente. Então o bezerro com a cabeça de cobra gritou para a mulher para ela mesmo atacar, dizendo : __Ataque você! isto aos gritos. Então chamei o Fernando e fomos para a outra lateral da varanda, para sairmos dali, enquanto o bezerro discutia a tal mulher.



No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS