Skip to main content

EM OUTRO PLANETA

Estava num local, que eu dizia ser outro planeta. Não sei qual. Mas eu podia flutuar, e ir planando sem fazer esforço nenhum. Eu estava sozinho, ria muito, até que um vento forte começou a bater em meu rosto, me empurrando. Eu tentava sair dele e não conseguia. O vento fui me empurrando até chaegar numa janela que seria a do meu apartamento. Entrei pela janela e cai lentamente em minha cama e adormeci.

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO