Wednesday, February 25

CORRENDO COM OS BUGRES TOMANDO CAFÉ

Estava num local, onde havia várias pessoas. Havia dois carros, todos com muita gente dentro. Nisto veio um homem entrou em um deles e mandou seguir. Os carros era tipo Bugres, porém bem maior. Nisto entrou um homem em um deles e mandou seguir. Ele saiu rapidamente. Nisto, no outro carro, também com muita gente, subiu um homem na lateral e mandou que seguisse também. Ele também saiu em disparada. Nisto os dois carros iam um pouco à frente do outro, muito rápidos. O tal homem que estava em pé na lateral do carro ficava falando que o outro, que estava no outro carro, não podia estar ali, não tinha o direito de entrar no caro, pois era tudo para ele. Nisto o tal homem que tinha entrado no carro, viu o outro em pé na lateral e começou a gritar, dizendo que não sabia que ele estava ali, se soubesse, não tinha vindo. Os carros continuavam correndo muito, quase que lado a lado, em um local parecendo um deserto.  Fui para um local sentar em uma mesinha. Ao meu lado tinha uma mulher. Eu tomava café. Nisto esta mulher pediu licença para sair da mesa. Então levantei e percebi que não tinha oferecido café a ela. Então o fiz e ela aceitou. Fui em baixo de uma árvore, preparar o café, Como eu só fazia Nescafé, peguei um pote de Yogurt, e quando retirei o açúcar de uma vasilha , com uma colher, vi que estava misturado açúcar, arroz e feijão. Então sai dali e fui procurar outro açúcar. Cheguei num cômodo e fui colocar água quente dentro do pote de yogurt , mas este já tinha o tamanho de uma panela pequena. Coloquei água e formou uma grande espuma. Então pensei em dizer que seria café expresso. Sai carregando o pote com café, com as duas mãos, pois estava muito pesado, e fui levar para a tal mulher.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS