Tuesday, May 26

ANDANDO NA POÇA DE ÁGUA

Estava numa rua, que não sei qual era. Chovia muito. Estavam eu, a Nathalia e o Fernando. A Nathalia estava com uma sombrinha e eu e o Fernando em um guarda-chuva. Só que o Fernando tinha uns 3 anos e a Nathalia uns 6. O contrário do que é realmente.  Eu andava meio agachado, para ficar da altura do Fernando. Chegamos numa rua toda esburacada e os buracos estavam cheios de água. A Nathalia ia à frente e eu com o Fernando atrás. Nisto eu comecei a dizer para os dois, que eu riria trabalhar em junho, julho e agosto, em setembro, a firma ia fechar e eu perderia o emprego. Mas eu não conseguia dizer, porque quando ia dizendo, o Fernando ficava falando algumas coisas que eu não entendia. Beirando o passeio tinha um reguinho um pouco mais fundo, feito para correr a água da chuva. O Fernando então começou a andar dentro deste reguinho, enchendo o tênis que ele usava, de água. Eu pedia a ele para sair da água, mas ele continuava andando dentro da água que corria ali.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS