Skip to main content

AS RUAS ESTREITAS E AS CARRETAS FININHA

-->
Estava em uma cidade e ia por uma de suas estreitas ruas. Estas ruas deveriam ter no máximo dois metros de largura. Estava puxando um carrinho com algumas verduras e legumes dentro dele. Nisto vi vindo uma fila de umas cinco carretas. Só que estas carretas deveriam ter um metro de largura apenas. Assim as carretas passaram por mim, correndo muito, e vi que o motorista mal cabia dentro da cabine. Quando as carretas passaram fiquei imaginando que os carros daquela cidade eram de acordo com a largura das ruas. Começou a anoitecer e aquelas estreitas ruas ficaram escuras rapidamente e havia um só lampião em cada quarteirão. Fui indo embora sem enxergar quase nada.

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO