Skip to main content

LENDO NO ESPELHO

Estava chegando na casa da minha mãe, quando vi dois homens da Cemig, cortando os fios que traz energia para as casas. Quando eles foram apara a casa da minha tia Glória, me encontraram no portão e perguntaram por que ali constava como sendo de Paulo Cortez, se eles já tinham desligado da casa deste Paulo Cortez ao lado. Então eu disse que eu morava nos fundos da casa da minha tia, e estava no nome do meu pai. Eles saíram para desligar os fios. Nisto veio minha prima, a Valéria me perguntando o que estava havendo. Disse que a Cemig estava desligando os fios, porque agora não haveria fios suspenso, todos seriam por baixo da terra. Depois disse a ela que tinha sonhado com ela. Ela perguntou o sonho. Disse que a substituição dos fios para baixo da terra, não era para embelezar a cidade. Era a prefeitura que tinha que alcançar uma meta e precisava que as pessoas economizassem energia na marra. Fui para  dentro de um quarto, onde havia um espelho pequeno, com algo escrito nele. Olhava o espelho de um anglo e via o que estava escrito nele. Saia um pouco daquele anglo e podia ver uma frase por trás da parede, que completava o que estava escrito no espelho. Era algo sobre Avançar sem medo numa direção. Não lembro a frase toda.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO