Saturday, May 23

NAS PAREDES COM LUIZ ROBERTO

Estava num local, tipo uma construção, onde só havia as paredes, formando vários cômodos de 1 metro e meio por dois e meio, mais ou menos. Eles não eram muito fundos. Nisto vi o narrador esportivo da Rede Globo, Luiz Roberto, em cima de uma dessas paredes, olhando por cima de outra. Ele me disse que tinham esquecido um tatame ali. Disse a ele para pegá-lo então. Sai dali, dei a volta com dificuldade, para não cair da parede e quando voltei estava lá o Luiz Roberto e o Ricardo. Eu perguntei a ele se tinha pegado o tatame. Ele disse que sim e me mostrou ele. Vi que era apenas uma lona preta toda dobrada. Mas ele disse que precisava eliminar todo o conteúdo, para funcionar. Sai para eliminar este conteúdo. Desci desta parede e numa caixa, tirei um saco e joguei o conteúdo num buraco de esgoto. Mas ele disse que não tinha aberto ainda a tal passagem secreta. Então procurei pelo chão e achei um pedacinho do tamanho de um grão de feijão, de espuma. Apertei-a nos dedos e fui levá-la para ele, para que pudesse eliminá-la. Depois de sair pulando com dificuldades e com medo de cair das paredes, cheguei até ele com aquele pedacinho e espuma e disse que só podia ser aquele pedaço que faltava eliminar. Entreguei a ele e sentei numa espécie de caixote que tinha ali, que deveria ter um metro de altura por uns 3 de cumprimento e era bem fino, devia ter uma 30 centímetros. Quando sentei, ele começou a balançar e então deixei que ele caísse, pois assim ele taparia o buraco que havia entre as paredes. Quando ele caiu o Ricardo disse que aquilo era produto químico e que não podia balançar. Então o Ricardo me ajudou e colocamos a tal caixa, que era feita de ferro, de volta ao lugar. Mas ao fazer isto, apareceu debaixo dele um monte de papel picado e saiu uma barata de lá, voando. Logo depois foram saindo várias baratas e elas saiam voando velozmente. Eu não tinha como correr. Apenas esperei que fossem embora.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS