Friday, May 22

PLANTANDO GOIABEIRA

Estava num local que seria a nossa casa. Peguei um pé de goiabeira de mais ou menos uns 3 metros de altura e fui cortando seus galhos próximos ao tronco. Depois de cortar todos, eu fui fazer um buraco no chão para plantá-lo. Quando fui fazendo o buraco, ia retirando muitos tijolos que estavam enterrados ali. Nisto chegou alguém perto de mim e disse que não era para plantar ali, e sim em outro lugar. Mas, mostrei a ele uma faixa do telhado que não tinha telhas e que ficava bem em cima de onde eu plantava, Disse que ali o sol passava e batia na goiabeira e assim, ele cresceria melhor. Fui para um local onde tinha trabalhado na Rede Ferroviária. Era a antiga escolinha. Tinha várias pessoas ali, inclusive o Vitinho. No centro deste local, estava a cozinha da casa da minha mãe. Nisto o chefe passou e disse que quatro precisavam ficar depois do expediente, trabalhando. Eu disse para o Vitinho que eu não ficaria. Nisto o chefe passou novamente, dizendo que quatro precisavam ficar depois dói expediente. Entrei na cozinha da minha mãe. Ela me disse que eu tinha que ficar depois do expediente. Então disse a ela que eu não precisava trabalhar e por isto não iria ficar. Peguei alguns pequenos galhos de árvores e quando o pessoal ia saindo para ir embora, eu coloquei estes galhos na frente do rosto, para que o chefe não me visse e fui saindo em direção ao local onde se marcava o cartão de ponto para ir embora. Uma pessoa ia ao meu lado, mas não lembro quem era. Fui saindo olhando para o chefe que estava sentado um pouco distante, cortando unha do pé. Ele não me viu e fui embora.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS