Friday, March 12

O EDREDON EM DUPLICATA


Estava indo pela Avenida primeiro de Junho, quando encontrei com um homem, que parou para dizer que eu deveria comprar para ele, um edredom, e entregar para a mulher que o seguia, pois ele estava devendo a ela um edredom. Fui à direção de uma loja que havia perto da padaria Divinópolis. Nisto uma menininha, que era filha desta tal mulher, correu na minha frente e comprou algo nesta loja, para ela, dizendo que era o tal homem que tinha a mandado comprar. Sai dali com o edredom embrulhado, fui até um salão de beleza e entreguei o tal edredom a uma mulher, que estava fazendo as unhas. Ela abriu o pacote e era um edredom cor de rosa. Ela então disse que estava na hora de eu comprar outro, pois o tal homem deveria comprar para ela, um presente todo mês. Aquele que entreguei, seria do mês passado. Fui voltando para a tal loja, quando a mininha saiu correndo na minha frente, fui até a mesma loja e pediu novamente algo, que não sei o que seria. Pedia vendedora outro edredom e fui levá-lo para a mulher no salão. A menininha chegou à minha frente com um embrulho pequeno na mão. Entreguei a tal mulher o embrulho e quando ela abriu, reclamou de ser outro edredom e ser da mesma cor.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS