Tuesday, January 3

ABASTECENDO COM ÁGUA O CARRO SEM FREIO


Estava dirigindo um carro, quando parei na frente de um posto de combustível, que ficava na esquina. Só que parei bem no meio da pista. Desci do carro e fui abastecer. Puxei a mangueira e comecei a abastecer o carro, só que era a mangueira de água. Os carros que pararam atrás do meu, começaram a buzinar para eu tirar o carro dali. Então entrei no carro e fui atravessando a rua. Vinham carros nesta rua, que era mão única. Pisei no freio, mas o freio não pegou. Nisto vinha de ré um carro que tinha entrada nesta rua, na contra mão e estava voltando. Tentei frear, mas não conseguia. O carro estava devagar e bateu levemente neste carro que dava ré. A mulher que dirigia este carro nada falou. Estacionou o mesmo ali do lado e saiu andando pelo meio da rua. Fui lentamente passando por ela e pedi desculpas pelo ocorrido, dizendo que estava com problemas no freio. Virei à rua de baixo a direita e a próxima à direita também. Nisto cheguei num local que parecia um mercado central, redondo, cuja rua a sua volta era muita estreita. Entrei com o carro nesta ruazinha, mas ai já estava era de bicicleta. Vi alguns homens molhando a parte de fora desta construção, com mangueira de água. Imaginei que eles tentariam jogar água em mim assim que passasse por eles. Ao passar, senti a água me molhando e coloquei as mãos nas costas e percebi minha camisa molhada. Decidi não brigar, porque eles eram três.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS