Thursday, March 22

PINTANDO O CABELO DE LOIRO NA UNIVERSIDADE

Estava dentro de uma universidade. Havia muitas pessoas. Nisto chegou a policia federal. Eles procuravam algo que não sabia o que era. Foi muita gente correndo por todo lado. Cheguei numa sala onde as pessoas tinham que pintar o cabelo de loiro para poderem sair da universidade. Quem não pintasse o cabelo não poderia sair. Nesta sala havia um homem de meia idade que estava com uma vasilha tipo uma bacia, onde tinta amarela. Ele passava com um pincel largo, esta tinta nos cabelos das pessoas até ficarem totalmente amarelos e assim elas podiam sair da universidade. Os policiais federais passavam de um lado para outro. Havia duas mulheres na minha frente pintando o cabelo de amarelo. Então vi ali perto um prato onde havia alguns pedaços de carne de churrasco. Peguei um pedaço e coloquei na boca. Neste instante estava passando um policial federal, que parou, olhou para mim e perguntou o que tinha feito. Disse que tinha pegado um pedaço de carne de churrasco. Então ele disse que ninguém fazia aquilo e que tinha algo errado. Então mandou que parasse de pintar o cabelo e que todos deveriam segui-lo. As pessoas começaram a reclamar comigo e foram seguindo o tal policial. Eu fui ficando e quando dei por mim, estava sozinho naquele local. Então pensei que o policial foi na frente e não saberia se todos o seguiria. Peguei o tal pincel e pintei meu cabelo de amarelo e fui indo embora pelo lado oposto que o policial tinha ido. Sai da universidade normalmente e fui embora.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS