A ILHA SECRETA




A ILHA SECRETA
Estava na margem de um largo rio. Entrei no rio e sente em um vaso sanitário que estava próximo a margem, para fazer coco. Este vaso sanitário saiu boiando sendo levado pela correnteza deste rio. Enquanto o vaso ia rio abaixo eu ia fazendo minhas necessidades. Depois que terminei o vaso parou na margem do rio onde tinha uma área limpa, grande toda de areia, como se fosse uma praia. Desci nesta suposta praia e vi um formação de pedra nesta margem do rio. Era como se fosse uma grande panela com uns cinco metros de diâmetro e uns cinquenta centímetros de fundura. 
O rio passava poucos centímetros acima da borda desta formação de pedra. Sentei dentro desta "panela de pedra" e a correnteza do rio era bem forte sobre ela, embora ela estive nas margens do rio. A correnteza passava na altura dos meus ombros, estando eu sentado dentro desta formação de pedra. Em volta desta praia era mata fechada. Sai dali para ir contar aos meus irmão sobre minha descoberta. Saindo desta praia, já no início da mata tinha uma pedra. Subi nesta pedra para ver que caminho tomar para ir embora. Desta pedra pude ver que uma rodovia passava próximo dali e a cidade também estava bem próxima porque eu podia ver as construções. Contei para meus irmãos sobre esta praia e onde ficava. Depois voltei para este lugar. Quando fui chegando, veio o Nenenhi dirigindo uma caminhonete grande com uma carretinha. Já estava parado um ali um caminhão do Tonhão. 
Havia também um carro que era do Vitinho. O Nenenhi desceu da caminhonete e disse que tinha ido aproveitar daquela "Panela de Pedra". Vi que o Vitinho já estava dentro desta panela de pedra e com uma criança pequena nos braços. A Correnteza passava na altura dos ombros do Vitinho e ele mantinha a criança com a correnteza passado na altura da cintura. Disse a ele para ficar atento porque se o nível do rio subir rapidamente essa "Panela de pedra" ficará muito submersa. Depois fiquei pesando que se as pessoas descobrirem aquele local, vai ficar muito cheio de gente. Além disso, se os caminhoneiros descobrirem ali, vão estacionar os caminhões ali e vaia acabar com  a praia. 

Comentários