Monday, May 5

ME AFOGANDO NO MAR





Eu estava num local, que parecia ser a rua do “meio”, do bairro esplanada. No rio ao lado, que parecia um braço de mar muito agitado, havia um pequeno navio e algumas pessoas no mar se afogando. Nisto estas pessoas se agarraram numa peça do barco que estava dentro do mar. Esta peça era triangular e a parte mais larga que estava dentro do mar. À ponta do triângulo, era presa no barco. Havia uns 10 cabos de aço, amarrados na parte de baixo do triangulo e se juntavam nesta ponta. As pessoas que se afogavam se agarraram nestes cabos de aço e começaram a gritar. Alguém do barco acionou uma alavanca o triângulo foi subindo levando todos para dentro do barco. Nisto chegou perto de mim um homem e nós saímos andando pela rua do meio. Ele me disse que eu podia rezar de voz alta ou em silencio, que eu fizesse do jeito que achasse melhor. Ele foi rezando de voz alta e eu de voz baixa. A gente rezava o “Pai Nosso” ou a “Ave Maria”, não me lembro bem. Nisto eu pensei em ir para a primeira rua. De repente me vi dentro de uma canoa, num mar. O mar estava muito agitando, mas a canoa não se mexia. Nisto vi um barco mais longe de onde eu estava. Ele balançava muito. Algumas pessoas gritavam desesperadas pedindo ajuda, Estas pessoas se agarraram num triângulo parecido com o do barco anterior. Elas gritavam ate que alguém veio ver o que era e acionou novamente a tal alavanca e começou a puxá-los para dentro do mar. Nisto eu fiquei com falta de ar, fazia força para respirar e não conseguia. Eu fiquei meio desesperado dentro da canoa e disse que tinha que sair dali.



No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS