Saturday, October 3

INDO DE ÓNIBUS COM A IARA

Estava num local, que seria em frente a casa da minha mãe. Só que ali parecia ser uma empresa, onde havia vários cômodos, só que não havia paredes dividindo os mesmos. Eu caminhava por entre estes cômodos, separados somente por móveis. Nisto alguém me disse que o banco estava me procurando, para que eu pagasse uma dívida. Fui até o banco, que também ficava num destes cômodos. Mas fiquei sabendo que a divida era alta e eu não conseguiria pagar. Sai dali dizendo que não tinha como pagar. A moça do banco então disse que iria descontar em folha de pagamento, até que eu terminasse de pagar. Achei bom, pois assim eles não podiam descontar muito do meu pagamento e ainda conseguiria pagar a dívida. Depois peguei uma bolsa grande e sai dizendo que iria viajar. Reclamei com uma pessoa, porque o ônibus não parava ali, tinha que sempre parar na Rua Pernambuco. Fui até a Rua Pernambuco, onde o ônibus estaria, que seria em frente a cooperativa velha, da RFFS/A. chegando lá, fui entrando no ônibus e no primeiro banco estava sentada a Iara. Só que os bancos dos ônibus, que geralmente tem 2 lugares, estava divididos com armação de ferro, para 4 pessoas. A iara me mandou sentar do lado dela. Disse que não caberia ali de jeito nenhum. Mas fui entrando no meio desta armação e consegui sentar naquele lugar apertado, junto com a Iara.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS