Monday, March 8

FLUTUANDO NO BARRACÃO QUE FICAVA DENTRO DA CASA


Fui até a casa da minha mãe. Estava anoitecendo. A casa da minha mãe estava bem diferente do que é realmente. Chegando lá, ela me disse que iria alugar o barracão para eu morar. E foi me mostrar tal barracão. Este barracão ficava dentro da própria casa dela. Mostrando-me os banheiros, da casa e do barracão, que eram juntos, vi que eram separados por uma parede de apenas um metro e meio, bem como as paredes que o contornavam. Todas tinham aproximadamente um metro e meio. Em pé, via tudo lá dentro. Então disse para minha mãe, que todo mundo veria todo mundo dentro daqueles banheiros. Ela disse não ter problemas, pois eram todos da família. Disse a ela que aquilo não ia dar certo. Ela foi me mostrar os quartos. Dentro dos quartos que eram bem grandes, tinha o quarto pequeno, que seriam os do barracão. Mas isto, sem paredes que os dividissem. Nisto chegaram dois homens e disseram que iriam me levar. Não conhecia nenhum deles e disse que não iria com ninguém. Eles tentaram me pegar, dei um pulo e fiquei flutuando rente a teto. Eles ficavam pulando, tentando-me alcançar. Nisto sai flutuando para outro cômodo. Ao baixar para passar pela porta, flutuando, quase que os tais homens me pegam. Fui assim flutuando até que sai da casa da minha mãe.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS