Sunday, May 20

ESPERTEZA DO CACHORRO PASTOR ALEMÃO

ESTAVA VINDO DO SUPERMERCADO COM TRÊS SACOLAS. UMA DELAS TINHA ALGUMAS SALSICHAS. QUANDO FUI PASSAR PELA CASA DA ESQUINA, VI QUE O PORTÃO DA GARAGEM ESTAVA ABERTO. NAQUELA CASA TINHA UM CACHORRO PASTOR ALEMÃO MUITO BRAVO. FUI CALMAMENTE E VI QUE ELE ESTAVA PRESO NA CORRENTE. PASSEI PELO PORTÃO DA GARAGEM E VIREI A ESQUINA, POIS LOGO DEPOIS DESTA CASA DA ESQUINA, ERA NOSSA CASA. PARA CHEGAR NA PORTA DE ENTRADA DE NOSSA CASA, HAVIA UNS DEZ DEGRAUS QUE OCUPAVAM TODA A EXTENSÃO DO PASSEIO. ASSIM QUALQUER PESSOA QUE PASSASSE PELO PASSEIO, TINHA QUE SUBIR ESTE DEZ DEGRAUS QUE LEVAVAM ATÉ A PORTA DE ENTRADA DE NOSSA CASA E DEPOIS DESCER OS DEZ DEGRAUS QUE HAVIA LOGO DEPOIS DA PORTA DE ENTRADA. NOSSA CASA ERA A ÚNICA QUE FICAVA NO ALTO E POR ISTO O PASSEIO ERA DE ESCADA EM FRENTE NOSSA CASA. FUI RAPIDAMENTE PARA NOSSA CASA, COM MEDO DAQUELE CACHORRO. QUANDO FUI SUBINDO OS DEGRAUS, VI QUE MINHA MÃE ESTAVA RECEBENDO DE UM CARTEIRO, AS CORRESPONDÊNCIAS. QUANDO FUI ENTRAR NA NOSSA CASA, VI AQUELE CACHORRO VINDO CORRENDO EM MINHA DIREÇÃO, ENTREI EM CASA, PASSEI PELA SALA E ENTREI NO QUARTO QUE TINHA ALI. ESTE QUARTO TINHA A PORTA DE CORRER. FECHEI A PORTA E FOI CONTA DE FECHAR E O CACHORRO CHEGOU. NESTA PORTA DE CORRER, QUE ERA DE MADEIRA, TINHA UM BURACO REDONDO BEM NO MEIO DELA, QUE ERA DE UM NÓ DA MADEIRA QUE HAVIA SE SOLTADO. POR ESTE BURACO FIQUEI OLHANDO O CACHORRO QUE FICAVA OLHANDO FIXAMENTE PARA A PORTA. ENTÃO COMECEI A GRITAR PARA ALGUÉM TIRAR AQUELE CACHORRO DALI. NISTO APARECEU O CRISTOVÃO, UM VISINHO NOSSO. ELE FICOU CHAMANDO O CACHORRO. O CACHORRO FOI SEGUNDO ELE, MAS LOGO DEPOIS VOLTOU. ENTÃO COLOQUEI UMA SALSICHA POR AQUELE BURACO DA PORTA, PARA O CACHORRO COMER E IR EMBORA. O CACHORRO COMEU A SALSICHA EM MENOS DE UM SEGUNDO. ERA COMO SE ELE TIVESSE ENGOLIDO ELA. MAS ELE CONTINUAVA ALI OLHANDO A PORTA. ENTÃO JOGUEI OUTRA SALSICHA E DEPOIS OUTRA. O CACHORRO AS COMEU TÃO RÁPIDO QUANTO A PRIMEIRA. FUI ABRINDO A PORTA VAGAROSAMENTE E O CACHORRO FEZ MENÇÃO DE BRINCAR COMIGO. SAI DO QUARTO E FUI JOGANDO AS SALSICHAS PARA ELE. ELE FICAVA PULANDO NA MINHA FRENTE COMO SE QUISESSE BRINCAR. QUANDO JOGUEI A ÚLTIMA SALSICHA, O CACHORRO SIMPLESMENTE SAIU CORRENDO E FOI EMBORA. ENTÃO PENSEI:
__ESTA “PRAGA” SÓ QUERIA AS SALSICHAS.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS