Monday, June 9

EMPRÉSTIMO DE 317,50

Estava no passeio, em frente a um edifício. Eu estava debruçado num pedestal que tinha mais ou menos um metro de altura. Havia um homem encostado neste pedestal. Nisto alguém chegou, mexeu comigo e falou algo que não entendi. Começou a rir muito. Eu pensei em perguntar a ele como fazia para cancelar o desconto de 310 reais. Mas ele foi embora e eu não disse nada. Depois sai andando e ouvi um homem dizendo que o valor era de 317,50 reais. Continuei andando e vi um grupo de quatro pessoas. Dois ônibus que vinham no sentido contrário ao meu, viraram numa rua na minha frente. A rua era muito íngreme, uma descida muito forte. Uma senhora bem velhinha, que estava neste grupo de quatro pessoas, me perguntou se o ônibus dela tinha passado. Eu disse que não tinha visto qual era o ônibus que tinha virado ali. Ela segurou no meu braço e nós cinco fomos descendo o morro. Mas eu não queria ir naquela direção, mas estava sem jeito de dizer a velhinha que se apoiava em mim para andar. Nisto um dos homens que estavam no grupo perguntou para o que estava ao lado dela, como fazia o empréstimo. Então eu respondi que era só ir à Avenida Getúlio Vargas, no INSS, e fazer o pedido. O valor era de 317,50 e a gente pagava em 20 parcelas de 31. Nisto fiquei pensando em quando seria a parcela em 10 vezes.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS