Monday, July 6

VIAJANDO PELO TUBO TRANSPARENTE

Estava num local, do lado de fora de uma casa, onde parecia que a gente estava fazendo um churrasco. Estava ali, eu, a Iara e mais duas pessoas. Nisto uma daquelas pessoas, sacou uma arma e disse para a Iara, que queria toda a carne do churrasco. Nisto, abriu nas costas da Iara, duas asas, mas não eram como de anjos e sim, como de avião, destes bi-motor. Ela deu um pulo alto, em pé, e quando foi caindo, em pé também, no lugar da churrasqueira, havia era um tudo transparente, que deveria ter ai uns 60 cm de diâmetro. A Iara entrou em pé neste tubo, em alta velocidade. Mas as asas, que não cabiam no tubo, ao baterem na borda do mesmo, caíram no chão. A Iara continuou em alta velocidade por este tudo, que ia e vinha por toda a casa. A gente ficava a vendo deslizando dentro do tudo, sempre veloz. Até que o tubo a levou para dentro da casa.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS