Saturday, April 23

A GALINHA, OS PINTINHOS E A ÁRVORE

Estava numa empresa, juntamente com o Fabricio. Eu iria fazer a medição da qualidade do ar. O equipamento já estava montado ali. Eu andava de um lado a outro, olhando a empresa que na verdade era um forno de Cubilot. O Fabrício fazia algumas anotações em uma folha que tinha numa prancheta. Fui até o equipamento, para colocar novos filtros, para continuar a medição. Nisto vi em cima de uma pequena parede, em volta do forno Cubilot, vários filtros de medição. Todos tinham marca d’água da empresa que teria feito a medição anteriormente. Fiquei tentando entender porque eles teriam largados aqueles filtros ali. Nisto uma pessoa me chamou e disse que os filtros que o Fabricio havia colocado, não estavam captando nenhuma sujeira. E me chamou para ir ver. Desci uma escada, para ir ver o do que ele falava. Ele foi indo e eu o seguindo. Ele saiu da empresa e entrou num terreno onde havia um grande gramado e uma árvore no meio deste gramado. Quando se aproximou da árvore, ele sumiu e vi apenas um passarinho. Ao chegar à árvore, uma galinha que chocava os ovos ali, saiu correndo. Este passarinho então começou a comer as cascas dos ovos que já havia nascidos os pintinhos e depois começou a bicar nos que ainda não tinha nascido. Eu disse para ele parar, pois poderia matar os pintinhos. O passarinho me respondeu dizendo que já estava na hora deles nasceram. Ele foi bicando e os pintinhos foram nascendo com o passarinho quebrando as cascas.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS