Sunday, July 27

ELEFANTES






Estava em um descampado todo gramado. O local era bem grande.
Havia perto de onde eu estava uma construção. Eu via aquele descampado. Ali tinham vários elefantes deitados de lado. Uns vinte talvez. Um elefante bem grande, que estava de pé, ficava correndo entre eles. Toda vez que eu elefante que estava deitado se mexia, tentando se levantar, este elefante que estava de pé, corria até ele, levantava as patas dianteiras o mais alto que podia e batia a tromba com toda a força que podia na barriga do elefante deitado de lado. E assim ele ficava de um lado a outro, sempre batendo com força, obrigando os outros elefantes a permanecerem deitados de lado e sem se mexerem. 
Nisto um homem foi até lá, para tentar impedir de o elefante fazer aquilo. Este elefante veio até este homem, fez o mesmo gesto e ao invés de bater a tromba no tal homem, bateu a perna na cabeça daquele homem. Ele afundou no chão, ficando só a cabeça de fora. O elefante pisou em cima da cabeça daquele homem. Ele afundou e foi sair pertinho de onde eu estava. Saiu de pé. Então ele me disse que não tinha como para o tal elefante que batia nos outros, a não ser que a gente cortasse a tromba dele. Eu disse que não o ajudaria a fazer aquilo e foi embora dali.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS