Skip to main content

NO MEIO DO MATO

Estava no sítio da Jaqueline. Havia muito mato em volta da casa. O mato estava quase da altura da porta e tinha um estreito caminho, cercado por mato bem alto, que ia até a porta de entrada. Fui seguindo este caminho, até que cheguei à varanda da casa. Já não via aporta de entra mais. Na varando havia um carro vermelho. O carro seria do Henrique. Entrei no carro e sai dirigindo pelo mato afora. Não via para onde estava indo, apenas ia dirigindo sem saber o que tinha a minha frente, pois o mato não deixava ver nada.

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO