Skip to main content

O COLCHÃO E AS CAMISAS

Estava no passeio da rua da casa da minha mãe, em frente à casa dela. Estava deitado num colchão que eu tinha colocado ali. Em cima deste colchão tinha um travesseiro e várias camisas. Havia algumas pessoas em pé, ali do lado. Sai dali e entrei na casa da minha mãe e voltei logo em seguida. Nisto vi que as camisas haviam sumido. Comecei a perguntar que tinha pegado minhas camisas. Ninguém dizia nada. Comecei a chingar, dizendo que aquelas camisas não eram minhas e que eu precisava delas. Nisto vi que o travesseiro também tinha sumido. Então fiquei dizendo que só faltava mesmo sumir o colchão. Deitei novamente no colchão, coloquei as mãos em baixo da cabeça, servindo de travesseiro, e disse aquelas pessoas que estavam ali, que eu iria dormir porque estava com muito sono.

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO