Skip to main content

PERSEGUINDO NA ESTRADA

Estava em um carro branco, parecido com um Vectra. Não era eu quem dirigia. Havia outro carro na nossa frente, também branco, parecido com Vectra também. A gente ia bem rápido, mas não perseguia ninguém. Quando chegamos numa certa rua, o carro que ia a frente parou rapidamente perto de um homem meio gordinho. Paramos um pouco mais atrás, quando vi que tal homem tinha uma arma na mão e disse que ninguém iria levá-lo, e que ele mataria de qualquer jeito. Sai do carro e junto comigo uma mulher com uma criança no colo. Quando vi, estávamos era na rua da casa da minha mãe. Entramos na casa que seria do Sr. Vavá, demos a volta por trás da casa, e ficamos olhando o tal homem por uma fresta no muro. O tal homem queria matar a tal mulher. Ficamos ali olhando ele com a arma, andando de um lado para outro. Então fiquei pensando que se ele nos encontrasse, poderia atirar em mim também, e eu não queria morrer.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO