Skip to main content

CORRENDO PARA A RUA QUE NUNCA CHEGAVA

Estava na Avenida Antonio Olímpio de Morais, correndo para ir ao algum lugar, que ficava entre a Rua Paraíba e João Notini. Corria bastante e quando dei por mim, eu estava correndo na direção errada. Então parei e comecei a correr para o outro lado. Corria muito, mas nunca chegava à Rua Rio de Janeiro, que era a rua antes da Paraíba. Eu não entendia porque não conseguia chegar. Nisto já me vi correndo numa ruazinha de terra com um grande buraco no meio, em toda sua extensão. Esta rua ficava no meio do mato.

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO