Thursday, July 16

OS TRENS BATENDO

Era noite. Estava numa passagem de trem. Neste trecho da linha de trem, havia uma divisão, onde saia duas linhas de trem, e uns 50 metros depois, elas se juntavam novamente. Esta bifurcação era só para manobras. Assim como é ali na passagem do bairro esplanada. Estava ali esperando o trem que vinha vindo. Quando o trem passou, três vagões se desprenderam e ficaram nesta linha que tinha uns 50 metros. Mas os outros continuaram sendo puxados pela locomotiva. Estes três vagões que se desprenderam, com a velocidade, vieram até o encontro da linha novamente. Só que ao baterem do trem que passavam, voltaram os 50 metros e bateu novamente no outro encontro das linhas, pois a locomotiva puxava muitos vagões. Eles ficaram deste jeito, indo e voltando umas três vezes. Mas a velocidade deles foi aumentando. Nisto, quando vieram mais uma vez para bater na locomotiva que passava, e isto era perto de onde eu estava, sai correndo. Eles bateram, saíram da linha e um veio na minha direção. Escondi atrás de um poste da Cemig que tinha ali. O vagão parou pertinho de mim. Os três tinham virando uma bola gigante de ferro retorcida. A locomotiva continuava, como se nada tivesse acontecido.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS