Monday, May 7

PROCURANDO O TESOURO COM A LUZ DO CELULAR

ESTAVA EM UMA CASA JUNTAMENTE COM O SR. ARY. ERA NOITE SEM LUA. ESTAVA MUITO ESCURO. ESTAVA NA PORTA DO ALPENDRE DA CASA E PRECISAVA LEVAR O SR. ARY ATÉ UM BAÚ QUE TINHA NOS FUNDOS DA CASA. MAS A GENTE TERIA QUE PASSAR POR TRÁS DA CASA. NÃO CONSEGUIA VER NADA. ENTÃO ABRI MEU CELULAR PARA QUE A LUZ DO TECLADO ILUMINASSE O CAMINHO. A LUZ ERA FRACA, MAS DEU PARA IR ANDANDO DEVAGAR ATÉ ONDE EU QUERIA. CHEGANDO AOS FUNDOS DA CASA MOSTREI AO SR. ARY O BAÚ QUE ELE QUERIA PARA PROCURAR ALGO QUE EU NÃO SABIA O QUE ERA. NISTO VI QUE ALI PERTO DO BAÚ HAVIA UMA PORTA PARA A CASA. ENTÃO PERGUNTEI A ELE:
__SE TINHA UMA PORTA AQUI PORQUE NÃO ME DISSE? TERÍAMOS PASSADO POR ELA.
__PENSEI QUE PRECISASSE DAR A VOLTA. NÃO SABIA QUE O BAÚ ESTAVA AQUI.
__ESTA EH SUA CASA E VOCÊ NÃO SABIA ONDE ESTAVA O BAÚ?
__EU NEM SABIA QUE ERA BAÚ QUE VOCÊ PROCURAVA.
__ACABOU COM A BATERIA DO MEU CELULAR.
__HA, COMPRA OUTRO CELULAR. ESTE CELULAR SEU EH ULTRAPASSADO.

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS