Tuesday, February 10

SEM FORÇAS PARA NADAR



Eu estava na beira de um dique. Havia mais duas pessoas comigo, que não sei quem eram. Eu tinha que pular lá dentro, para tirar uma viga de concreto que estava caída no meio dele. Eu pulei, mas não tinha forças para nadar. Por mais que eu tentasse, eu não conseguia nadar. Nisto pensei então que era melhor morrer, porque eu não ia conseguir mesmo. Então comecei a afundar, lentamente.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

No comments:

Post a Comment

VIVER EH A MAIOR DE TODAS AS AVENTURAS