Skip to main content

O CARRO DA PRAÇA

Estava em uma praça redonda. Atravessei a rua que a contornava indo em direção ao centro desta praça. Já havia um carro que eu precisava dirigir. Nunca tinha visto aquele carr. Entrei e a chave estava na ignição. Liguei o carro e fui dirigindo saindo da praça. Nisto parou dois carros atrás de mim e disse que era uma corrida. Que eu deveria acelerar muito. Acelerei e sai em disparada. Os dois vieram atrás de mim e já estavam me alcançando. Acelerei o Maximo que eu podia, pois a rua era em linha reta e não tinha nem carro nem pessoas ali. Fui acelerando e quando olhei para trás não vi carro nenhum. Parei e percebi que não sabia onde eu estava.

Comments

Most visited posts

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

A JANELA DE VIDRO

FIM DE SEMANA NO SÍTIO

TROCANDO A FRALDA DA CRIANÇA

DE JOELHOS NO CHÃO

SUBINDO O MORRO

ATRAVESSANDO OS FILHOTES DE CACHORRO

A CHUVA. OS CEM REAIS E A GOSTOSA DA JAQUELINE

REBOCANDO A PAREDE

BUEIRO ENTUPIDO